→ Entrar no Linkedin

Quando o assunto é profissionalismo, a linguagem dominante da internet é do Linkedin. Fundado em 2002, essa rede social tem por principal objetivo promover as relações profissionais em todos os âmbitos, desde a comunicação e a divulgação de perfis e currículos até mesmo para a procura e oferta de empregos.

Por isso, se você deseja desenvolver a sua imagem profissional na internet, conheça abaixo tudo o que precisa saber para entrar para o mundo do Linkedin, seja profissional, seja empresa.

No Brasil, o Linkedin sempre teve uma boa aceitação, porém, a entrada do público brasileiro em massa na rede social aconteceu depois de 2010, quando foi lançada a sua versão em português. Desde então, o Linkedin se consolidou como uma das principais (e até obrigatórias, em algumas áreas) referências profissionais online e o número de novos usuários continua a crescer exponencialmente.

Atualmente, estima-se que há mais de dois milhões de usuários brasileiros ativos no Linkedin e esse número finalmente integrou o Brasil entre os principais países para networking na rede.

Mesmo com a popularização, o Linkedin continua a manter um alto padrão de qualidade em sua composição e, por isso, tornou-se uma das principais referências para quem prima por bons contatos empresariais, pretende entrar nessa carreira e deseja conhecer outros profissionais da área. Os principais profissionais do Linkedin são os dos ramos de gestão de negócios, desenvolvimento digital, marketing, comunicação e design. Para algumas profissões, como as mencionadas acima, incluir o link do perfil do Linkedin no currículo ou portfólio tornou-se obrigatório.

Como Criar Conta e login no Linkedin

criar conta login linkedin

Quais são os principais benefícios do Linkedin?

Novas oportunidades: Para quem está entrando no ramo profissional, o Linkedin é uma excelente forma de criar e expor sua imagem para outras pessoas, inclusive contatos que possam oferecer oportunidades de trabalho e crescimento. Por essa razão, de forma direta ou indireta, através do Linkedin é possível mesmo conseguir uma vaga de emprego.

Seleção de profissionais: Já para as empresas, o Linkedin serve como conexão entre fornecedores, clientes e, é claro, como uma forma de procurar e encontrar profissionais que correspondam ao perfil e valores da empresa ou cargo oferecido.

Comunicação: Além da exposição, o Linkedin permite a comunicação direta entre usuários através das trocas de mensagens privadas. Outra grande fonte de comunicação proporcionada pela rede está na possibilidade de fazer publicações sobre projetos e assuntos de seu interesse, aumentando ainda mais a relevância de seu perfil profissional diante de outros espectadores.

Dinamismo: O Linkedin permite uma maior exposição e conexão entre profissionais que supera distâncias e localizações geográficas, além de ser uma forma dinâmica de apresentar muito mais do que um currículo formal, mas um perfil mais completo e interativo, que aborda atividades, interesses, projetos e valores de cada profissional.

Estando no Linkedin, o profissional também passa a mensagem de que está sempre atualizado nas inovações tecnológicas e busca conhecer novas atividades e formas de exercer a sua profissão. Em um mundo totalmente globalizado e informatizado, o Linkedin se tornou uma rede completa em benefícios, importante para o desenvolvimento profissional em qualquer área.

Como fazer parte do Linkedin?

Um usuário pode construir tanto um perfil pessoal quanto empresarial no Linkedin. Para isso, basta possuir um endereço de e-mail para vincular à conta.

Inscrevendo um perfil pessoal: Ao acessar a rede, no endereço www.linkedin.com.br, o profissional deverá inserir as informações primeiras e clicar em “Cadastre-se agora”, que logo será direcionado a uma página de preenchimento de seu perfil, onde colocará informações sobre formação profissional, experiência, habilidades, projetos, dentre outras.

O processo de inscrição no Linkedin é muito simples, cada etapa é guiada de forma clara e objetiva e dificilmente haverão dificuldades. A inserção da foto profissional é interessante, por se tratar de uma rede social, porém, não é obrigatória. Nessa etapa, deve-se ter atenção para o fato de que fotos profissionais não são como fotos pessoais, em redes como Facebook e Instagram. Por isso, escolha imagens que representem uma imagem profissional e que tenham uma boa iluminação e nitidez.

Inscrevendo o perfil de uma empresa: Após criar um perfil próprio, na barra superior do Linkedin, clique no menu “empresas” e então, clique em “adicionar uma empresa”. O usuário será direcionado a uma página onde deverá incluir o e-mail profissional. Após a confirmação de e-mail, deverá iniciar o processo de inserção dos dados da companhia, com uma imagem da logomarca e outras informações solicitadas.

Como usar o Linkedin para procurar emprego?

linkedin-emprego

Uma das principais opções oferecidas pelo Linkedin é a possibilidade de se buscar emprego. Nele, empresas divulgam vagas e processos seletivos, que podem ser encontradas por profissionais através dos filtros de busca. Conheça abaixo como usar o Linkedin para procurar emprego:

No menu superior, posicione o cursor na guia “Empregos” ou “Jobs” e clique em “Procurar empregos” ou “Find Jobs”. Através das informações inseridas em seu perfil profissional, o Linkedin fará uma busca automática e mostrará as vagas que mais se relacionam com as suas qualificações.

Se não encontrar nenhuma opção que te agrade, poderá também fazer a busca manual, utilizando a barra de buscas no canto superior da tela. Com uma ou duas palavras-chave, você poderá buscar vagas.

Há também a opção “advanced search”, ou “busca avançada”, em que você inserirá informações específicas sobre as vagas que esteja procurando, através de filtros de áreas, qualificações e outras características.

Além da procura manual, o Linkedin oferece também um sistema mais eficiente de buscas constantes através de uma assinatura paga.

É possível também realizar um cadastro para receber diretamente em seu e-mail e nas notificações, alertas de vagas de emprego. Na página de busca de vagas, vá à seção “Vagas que podem ser do seu interesse” e clique em “Receba Alertas por E-mail”. Você poderá configurar o sistema para enviar alertas diárias, semanais ou mensais.

Adicionando conexões no Linkedin

As conexões do Linkedin são importantes para garantir a visibilidade de seu perfil e publicações. Você pode adicionar conexões de pessoas que conhece e também de profissionais que possuem interesses em comum. Conectados, esses usuários verão suas atualizações e atividade na rede.

Ter conexões é a principal porta de entrada para um Networking no Linkedin; uma vez que elas serão como o seu círculo de contatos.

Para adicionar conexões, você deverá posicionar o cursor no menu “Contatos”, na barra superior da tela e clicar em “Adicionar conexões”.

Ao inserir o seu endereço do e-mail, o Linkedin fará uma busca de usuários em comum e sugerirá esses contatos, na tela seguinte, para que você possa se conectar.

Aos contatos que não possuem conta no Linkedin, você terá também a opção de enviar um convite para participar da rede.

Nas sugestões do Linkedin, você poderá entrar no perfil do profissional e, logo abaixo à sua foto, clicar em “conectar”. Você será direcionado a uma nova página para confirmar o tipo de ligação com esse profissional (colega de trabalho, amigo, parente, colega de escola, etc) e confirmar o pedido de conexão, que deverá ser aprovado pelo usuário em questão.

Além do recurso automático, é também possível fazer a busca manual de perfis. Basta dirigir-se à barra de busca no canto direito superior, selecionar a guia “pessoas”, inserir o nome ou e-mail do contato e clicar em buscar.

Como aproveitar o Linkedin ao máximo

Como todas as redes sociais, o Linkedin possui um objetivo específico: criar conexões profissionais – networking. Por isso, para aproveitar ao máximo suas vantagens e possibilidades, é preciso utilizá-lo corretamente de acordo com os seus propósitos.

Confira abaixo algumas dicas para melhorar o seu perfil profissional e atividade no Linkedin:

  • Mantenha seu perfil completo e atualizado: Muitas pessoas deixam de inserir informações completas em se perfil e isso pode até mesmo acabar prejudicando uma contratação. No Linkedin, normalmente as empresas e os clientes buscam profissionais pelos seus diferenciais. Por isso, além de todas as informações básicas, como educação e experiência, coloque informações sobre projetos, pesquisas e outros trabalhos que possam enriquecer e personalizar o seu perfil.
  • Faça um resumo: Na primeira seção do perfil profissional é apresentado um resumo. Nesse quadro, muitos usuários cometem o erro de escrever demais, tornando, não somente a leitura demorada e cansativa, mas também destruindo completamente a função desse espaço. A seção de resumo serve para que a pessoa interessada tenha um apanhado geral de sua carreira, por isso, cuidado para não escrever demais.
  • Altere seu status frequentemente: Mudar frequentemente o seu Status garante ao seu perfil a colocação dentre os últimos perfis atualizados, dando mais visibilidade entre conexões e também nas buscas.
  • Faça parte de grupos e peça recomendações: As recomendações são formas de outras pessoas afirmarem que você trabalha bem. Por isso, é interessante pedir a um chefe, cliente ou colega de trabalho que faça recomendações sobre você. Isso acrescenta maior valor e relevância ao seu perfil. Da mesma forma, integre grupos com os quais se identifica, através deles você poderá ser visto por outras pessoas, encontrar profissionais e também compartilhar conhecimentos e experiências. Os grupos podem e devem fazer parte de sua atividade no Linkedin.
  • Utilize dos aplicativos: O Linkedin possui diversos aplicativos que podem servir para melhorar a sua apresentação profissional, pois com eles você poderá criar projetos e outros recursos para mostrar habilidades, pesquisas, interesses, conhecimentos ou trabalhos próprios.

Leave a Reply